As crianças, a TV e a violência



As crianças, nas primeiras etapas de sua vida, aprendem imitando o que veem e escutam. São excelentes imitadores, porém obviamente não são seletivos e a identificação com as ações ou personagens é subconsciente, pelo qual se deve conduzir e educar em forma permanente.
Esta capacidade de imitar das crianças pequenas faz com que também tentem imitar as pessoas que veem na televisão ou no cinema,. por isso, a violência na TV e no cinema é nociva para elas.

Quarenta anos de investigação tem demonstrado que a exposição a colocação de violência nos meios de comunicação ensina a algumas crianças e adolescentes a resolver conflitos interpessoais com violência, já que intervém em suas áreas emocionais. Cada vez mais cedo, as crianças estão recorrendo à violência como primeiro recurso para resolver conflitos.

Relatórios profissionais em todo o mundo determinaram que as crianças que veem televisão por muitas horas, são mais agressivas, pessimistas, menos imaginativas, tendem a ser obesas e não são tão bons alunos como as que veem menos TV. O tempo que uma crianças passa à frente da televisão é o tempo que resta para atividades importantes, tais como a leitura, o trabalho escolar, o jogo, a interação com a família e o desenvolvimento social.

 A televisão não faz distinção entre seus espectadores. Se a criança tem a capacidade de ligar o aparelho, então pode obter a mesma informação que recebe um adolescente ou um adulto : a violência, a sexualidade, os estereótipos de raça, de gênero e o abuso de drogas e álcool são hoje temas comuns. A TV fomenta a convicção de que o mundo real é parecido com o que é mostrado pela ficção e é parte fundamental da vida de muitas pessoas.

Por outro lado, é muito comum que as crianças realizem tarefas enquanto assistem televisão.
Não é possível estudar nem memorizar conceitos, prestando atenção em duas coisas ao mesmo tempo; por isso, as crianças acostumadas com esse ritmo podem estar sendo "desperdiçadas" pelo sistema educativo, já que é evidente que não lhes é exigido o suficiente para obrigá-los a concentrar-se em sua tarefa. Os estudiosos dizem que se a criança faz a tarefa assistindo TV, a culpa não é da televisão, e sim da escola. Cabe a ela preencher o tempo das crianças e demonstrar que o que se aprende nela é real; o mundo da TV é um mundo falso. Portanto, o que as crianças fizerem com os meios dependerá do que a escola fizer com elas, e não o contrário.


Fonte: O guia da professora - Educação Infantil.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... Blog Widget by LinkWithin

0 Comentários :

Postar um comentário

Querido(a) amigo(a), por favor, coloque seu nome identificando-se no comentário.
Selecione >> Nome/URL

 
Pin It button on image hover